NOTÍCIAS

05/12/2017

Solar Cearense consegue sua segunda vitória em casa em cima do Vasco da Gama

.:: conteudo_34858_1.jpg ::.

Com um perfeito quarto período, quando fez uma parcial de 29 a 14, a equipe do Solar Cearense manteve sua invencibilidade em Fortaleza na primeira fase da Liga Nacional de Basquete. Jogando na noite desta terça-feira (5), no ginásio Paulo Sarasate, na capital cearense, derrotou o Vasco da Gama por 85 a 76. Foi a segunda vitória seguida do Carcará. O próximo adversário do representante do Ceará será no próximo sábado (9), contra o Paulistano, em São Paulo.

Paulinho Boracini foi o cestinha da equipe, com 27 pontos, além de cinco rebotes, cinco assistências e duas bolas recuperadas. O americano Rashaun (15 pontos, 1 rebote e 1 assistência) e Betinho Duarte (15 pontos, cinco rebotes e duas assistências e o pivô Bruno Fiorotto (seis pontos e 13 rebotes), foram os outros destaques do Carcará que pegou 45 rebotes, sendo 13 ofensivos, anulando o Vasco neste fundamento. O cestinha do Vasco foi Lucas Mariano, com 16 pontos e sete rebotes.

"Estou muito feliz por ter ajudado com esses 27 pontos, isso é trabalho em equipe, todos aqui me dão muita força e apoio porque eles sabem do meu potencial ofensivo, assim como me ajudam na defesa. Cada jogo é muito importante e cada ponto conquistada pode fazer a diferença lá na frente, precisamos batalhar sempre para vencer bem em casa e fora, para conseguir ficar do meio da tabela para cima, para no playoff poder ter alguns mandos de  quadra", afirmou Paulinho.

O técnico Alberto Bial destacou o coletivo do time na partida."O jogo de basquete quando tem duas equipes que atuam em um nível muito semelhante traz essa emoção como trouxe hoje. O Solar Cearense soube hoje o momento exato da virada. Virou, passou e não deu chances mais ao Vasco da Gama. Uma vitória importantíssima para nós, a defesa mais uma vez que fez a diferença mantendo o adversário com 76 pontos. Foi uma vitória na hora certa, do jeito certo e que nos deixa muito feliz.

Equilíbrio até o fim

As duas equipes começaram se estudando. Leal foi quem abriu o placar para o Solar Cearense, mas o Vasco, com uma transição mais rápida, logo ficou à frente no placar. O Carcará conseguiu diminuir os espaços dos cariocas que foram arriscando mais bolas de três pontos. Faltando dois minutos para o fim do primeiro quarto, Davi Rossetto diminuiu a diferença no placar para dois pontos. O ala Betinho foi quem pontuou para a virada no marcador e, nos segundos finais, o armador Paulinho driblou o pivô Renato, marcou dois pontos, finalizando o quarto em 23 a 21.

O Carcará manteve a forte marcação no segundo quarto, impedindo o time Cruz-Maltino de avançar no placar. O empate em 27 a 27 após 3 minutos, e os vascaínos passaram a marcar individualmente o Solar Cearense, mas o time da casa conseguiu se manter à frente na maior parte do tempo, quando faltando 30 segundos para o fim da primeira etapa, o pivô Renato deixou tudo igual no ginásio Paulo Sarasate, 40 a 40.

No terceiro quarto o time do técnico André Barbosa conseguiu impor mais o seu ritmo de jogo, ficando à frente no placar desde o início. Mesmo sentindo um pouco mais a marcação do Vasco, o Solar Cearense não deixou o adversário crescer a diferença, mantendo o bom aproveitamento nos rebotes defensivos. Hayes e Giovannoni aproveitaram melhor as oportunidades que tiveram e foram os responsáveis por manter a vantagem, finalizando com o placar de 56 a 62.

A defesa do Carcará voltou afiada impedindo  por duas vezes o ataque do Vasco, foi o ala Rashaun quem marcou no início do último quarto para o Carcará. Faltando 6 minutos para o fim, Paulinho acertou uma bola de três pontos, deixando o Solar Cearense apenas um ponto atrás no placar. O ala Betinho deixou tudo igual após cobrança de lance livre, 74 a 74, faltando três minutos. Até que em jogada individual, o armador Paulinho, acertou uma bola de três pontos, o Carcará ficou à frente e levou a torcida à loucura no ginásio Paulo Sarasate. Foi mais uma cesta de três pontos, dessa vez de Rashaun, que incendiou o jogo faltando apenas 15 segundos, abrindo uma diferença de 4 pontos. Para parar a partida o Vasco fez faltas que se converteram em pontos após cobrança de lance livre de Betinho, que terminou a partida com uma enterrada. Placar final 85 a 76.

Próximas partidas

Dia 09 de dezembro - 14h (horário de Brasília)

Paulistano x Solar Cearense

Local: Gniásio Antônio Prado Jr

Dia 11 de dezembro - 20h15 (horário de Brasília)

Campo Mourão x Solar Cearense

Local: Ginásio Belin Carolo

Fonte: SOLAR BASQUETE CEARENSE

Jornalista ALLANA ALVES

Jornalista JUAREZ ARAÚJO

    • Você é nosso visitante número
      3.760.001

    • FOTOS & FOTOS

    • MARCOS DO CARMO

      Chua Marcos