NOTÍCIAS

30/11/2019

Brasil derrota a Argentina e garante o título invicto do Campeonato Sul-americano Sub-17

.:: brasil_derrota_a_argentina_e_garante_o_titulo_invicto_do_campeonato_sul_americano_sub_17_41244_1_pt.jpg ::.

A Seleção Brasileira Sub-17 Masculina garantiu a conquista invicta do Campeonato Sul-americano da categoria ao derrotar a Argentina, neste sábado (30 de novembro), por 98 a 97 (44 a 42 no primeiro tempo), em duelo final realizado no Centro de Entrenamiento Olímpico (CEO 2), na cidade de Santiago, no Chile. A equipe comandada pelo técnico Fernando Pereira venceu todos os jogos disputados: dois na primeira fase (Equador e Chile), um na semifinal (Uruguai) e este da decisão.

No primeiro tempo, cada equipe dominou um período, com o desenrolar bastante parecido em cada um deles. O Brasil foi melhor no primeiro (24 a 18) e a Argentina reagiu no segundo, deixando a partida equilibrada (20 a 24).

Na volta do intervalo a Argentina foi ligeiramente melhor e passou a comandar o marcador (20 a 26). No período final, o Brasil foi muito bem, pois marcou, contra-atacou e trabalhou dentro do que foi pedido pela comissão técnica para vencer este duelo difícil e garantir a conquista invicta, demonstrando muita garra e determinação (34 a 29).

“Uma conquista inesquecível, pois o que esses meninos fizeram nessa partida, o que a comissão técnica fez durante a preparação e nos jogos, ou seja, todo mundo sempre deu o máximo em busca do melhor. Já havia conversado com os jogadores sobre a primeira meta atingida, quando nos classificamos para a final e garantimos vaga na Copa América, mas salientei que queríamos mais, enfim, o objetivo era entrar para a história e marcar essa geração, que pode chegar e dar sequência; buscando jogar em alto nível para seguir lutando e, futuramente, vestir a camisa da Seleção Brasileira Adulta”, comentou o técnico Fernando Pereira.

“No momento que a Argentina abriu dez pontos, os atletas mostraram brio, comprometimento e orgulho de vestir a camisa brasileira, representando tantos outros atletas e, nós da comissão técnica, representando todos os profissionais do basquete brasileiro, valorizando bastante a oportunidade que recebemos. Quero agradecer a todos que estiveram conosco e, em especial, a diretoria da Confederação Brasileira de Basketball (CBB), por confiar no nosso trabalho. A expectativa é cada vez mais poder ajudar, dando algo sempre de positivo para o basquete, pois estamos voltando a nos organizar e a crescer; com isso, os títulos na base estão voltando”, complementou o técnico do selecionado nacional.

Jogaram pela Seleção Brasileira: 04. Adyel Borges (14 pontos, 08 rebotes, 07 assistências, 03 bolas recuperadas e 01 bloqueio), 05. Augusto Cássia (04 rebotes, 01 assistência e 01 bloqueio), 06. Rodolfo Bolis (10 pontos, 06 rebotes, 02 assistências e 03 bolas recuperadas), 07. Elvis Filho (14 pontos, 01 rebote, 02 assistências e 01 bola recuperada), 08. Daniel Onwenu (01 rebote e 01 bloqueio), 09. Guilherme dos Santos (27 pontos, 06 rebores, 02 assistências e 04 bolas recuperadas), 10. Márcio Santos (23 pontos, 11 rebotes, 02 bolas recuperados e 02 bloqueios – double-double), 11. Bruno Cardoso (02 pontos, 03 rebotes e 01 assistência), 12. Samuel da Cruz (08 pontos, 01 rebote e 02 bolas recuperadas), 13. Vinícius Ferreira, 14. Arthur Morais e 15. Andrew Brito.

Comissão Técnica: Clóvis Roberto Rossi Haddad (coordenador e preparador físico), Fernando Pereira (técnico), Jefferson Teixeira (assistente técnico) e Rafael Francis Plein (fisioterapeuta).

“Quero cumprimentar aos atletas e comissão técnica pela brilhante conquista, que aconteceu de forma invicta, garantindo também a nossa classificação para a Copa América Sub-18, que era uma das metas a serem alcanças nesta competição. O Brasil, graças ao que tem sido feito pelos técnicos, clubes e federações, aliado ao trabalho que a Confederação Brasileira vem executando, recuperou a hegemonia no continente sul-americano”, comentou Guy Peixoto Jr, presidente da Confederação Brasileira de Basketball (CBB).

O pivô Marcio Santos, do selecionado nacional, foi eleito o jogador mais valioso da competição (MVP).

O Brasil (1º colocado), Argentina (2ª colocada) e o Uruguai (3º colocado) garantiram classificação para a Copa América Sub-18 Masculina.

Fonte: CBB

 

    CONFIRA ALGUMAS FOTOS

    • Você é nosso visitante número
      7.530.803

    • FOTOS & FOTOS

    • MARCOS DO CARMO

      Chua Marcos