NOTÍCIAS

09/02/2018

NBB: Minas Tênis Clube vence Banrisul/Caxias do Sul

.:: conteudo_35422_1.jpg ::.

Depois de voltar a vencer pelo NBB CAIXA, diante do Banrisul/Caxias do Sul, o Minas Tênis Clube encerrou sua viagem pela Região Sul com mais um importante resultado positivo. Em um jogo de altos e baixos dos dois lados e de muito equilíbrio, a equipe comandada por Flávio Espiga superou o Joinville/AABJ, por 73 a 66, com direito à prorrogação, no Centreventos Cau Hansen.

O NBB CAIXA é uma competição organizada pela Liga Nacional de Basquete (LNB), em parceria com a NBA, e conta com o patrocínio master da CAIXA, os patrocínios da SKY, INFRAERO, Avianca, Nike, Penalty e Wewi e os apoios do Açúcar Guarani e do Ministério do Esporte.

Mais cinco minutos: Depois do Minas entrar no último quarto vencendo por oito pontos (49 a 41), o Joinville cortou rapidamente a diferença e igualou o marcador a sete minutos do fim (52 a 52). Assim, as duas equipes seguiram, separadas por no máximo uma posse de bola, até os segundos finais. Com o placar empatado em 62 a 62, a oito segundos do fim, os mineiros ainda tiveram a possibilidade de ganhar, mas tanto Roquemore quanto Jefferson Campos erraram e a partida foi para prorrogação.

É minha: Nos cinco minutos finais a defesa mineira falou mais alto. Forçando quatro erros do ataque de Joinville, os comandados de Flávio Espiga limitaram completamente os rivais, sofrendo apenas um arremesso de quadra certeiro e quatro pontos. No ataque, Rush e J. Campos lideraram a equipe e confirmaram o resultado positivo.

Põe na conta: Com o triunfo, o Minas chegou à nona colocação, agora com nove resultados positivos e dez negativos. Já o Joinville chegou à 15ª derrota em 19 jogos e caiu para a 13ª posição, agora abaixo do Botafogo (12º).

O cara: Vivendo uma grande temporada, Teichmann mais uma vez foi destaque em uma vitória mineira. Em 39 minutos de atuação, o pivô anotou 17 pontos em 23 tentados (73.9% aprov.), pegou 11 rebotes, distribuiu duas assistências e roubou quatro bolas, igualando sua maior eficiência nesta edição (27).

Em conjunto: Além de Teichmann, outros nomes também contribuíram muito pela equipe mineira. Como Jefferson Campos, dono de 13 pontos e cinco rebotes; Audrei e Rush, autores de 11 pontos cada; e Roquemore, responsável por nove tentos, cinco rebotes e seis roubos de bola.

Tentaram de tudo: Apesar da derrota, o Joinville fez jogo de igual para igual com o Minas e ficou muito próximo de um resultado melhor. Destaque para a grande atuação de Deonta Stocks, dono de 13 pontos, sete rebotes, nove assistências e seis roubos de bola. Além do norte-americano, Colimerio e André Bambu, com oito pontos e oito rebotes cada, também contribuíram.

E agora? O próximo compromisso do Joinville pelo NBB CAIXA é na quarta-feira de cinzas (14), às 20 horas (de Brasília), diante da LSB/Uniso, fora de casa. Já o Minas recebe o Sendi/Bauru Basket na quinta (15), às 19 horas (de Brasília).

Foto: Divulgação/LNB

Fonte: lnb.com.br

    • Você é nosso visitante número
      5.146.480

    • FOTOS & FOTOS

    • MARCOS DO CARMO

      Chua Marcos