ENTREVISTAS

Leonardo Branquinho, do São Paulo DC: entrevista de uma estrela do Basquete 3X3

.:: leonardo_branquinho_do_sao_paulo_dc_entrevista_de_uma_estrela_do_basquete_3x3_50668_1_pt_101434.jpg ::.

Obrigado Frederico Batalha pela parceria nesta entrevista com um dos grandes destaques do nosso Bbasquete 3X3

 

 O São Paulo DC sempre foi uma equipe de vanguarda e visionária, não só buscando crescimento estrutural, mas dando oportunidade para o surgimento de novos valores para o Basquete 3x3 nacional. Prova disso, é catarinense Leonardo Branquinho, jogador oriundo do 5x5, que acreditou na força e potencialidade do SPDC e hoje é um dos nomes de futuro do Brasil na modalidade olímpica.

 Saiba um pouco mais na entrevista a seguir...

Chuá Marcos: Faça um pequeno panorama da sua carreira. E, fale também de suas características:

Leonardo Branquinho: Estou muito contente com o que venho conquistando e fazendo no Basquete 3x3, apesar de uma carreira recente iniciada em 2019 já obtive alguns dos maiores resultados do 3x3 nos últimos anos – campeão Mundial Universitário e vice-campeão Mundial de praia, em Doha, no Qatar com a Seleção sub-23. Sou extremamente grato às pessoas que me deram oportunidade, hoje posso dizer que o Basquete 3x3 mudou minha vida e meu patamar como atleta.

 Chuá Marcos: Por que optar pelo Basquete 3x3?

 Leonardo Branquinho: eu vinha de uma lesão e jogava em nível nacional o basquete tradicional, porém na época o Gustavo Bracco (manager do São Paulo DC) e Guilherme Flex (técnico do time na ocasião) me mostram a crescente que o esporte estava e também as oportunidades que surgiriam. É um esporte que parece ser recente, mas acontece há muitos anos na Europa e, por se tornar olímpico, está dando um grande leque de oportunidades e foi isso que busquei e tenho buscando

 Chuá Marcos: Como você analisa o momento vivido pelo São Paulo DC?

 E pelo Basquete 3x3 brasileiro? Leonardo Branquinho: o movimento do São Paulo DC acredito que seja um exemplo. Tem dado oportunidade para atletas novos a se dedicarem e viverem desse esporte, além de buscarem a evolução constante. O Basquete 3x3 brasileiro vem crescendo, mas antes de ser bem visto lá fora o esporte tem que ter bons olhos no nosso país. E acredito que isso esteja acontecendo, com mais oportunidades aqui para um número maior de atletas o nível das equipes brasileiras tende sempre aumentar.

 Chuá Marcos: Como foi vivenciar um ano de 2020 muito difícil, seja dentro ou fora da quadra?

Leonardo Branquinho: 2020 foi muito complicado para todos, porém sempre tentamos seguir saudáveis, respeitando os protocolos e tentando ficar o mais preparado possível. Quando tivemos oportunidade de mostrar nosso trabalho não desapontamos. Individualmente na quadra, para mim, foi um bom ano.

 Chuá Marcos: Qual a expectativa e objetivos para 2021?

 Leonardo Branquinho: acredito que o primeiro semestre em 2021 seja mais tranquilo de jogos, então o objetivo e se preparar o melhor possível e no segundo semestre o objetivo principal do nosso time e um bom resultado e World Tour. Trabalhamos para isso todos os dias e esperamos conseguir.

 Chuá Marcos: Mensagem final:

 Leonardo Branquinho: acho que o Basquete 3x3 está sendo bem visto e tem dado bastante oportunidade. Para todos os que estão há mais tempo nesse esporte, só tenho a agradecer; tanto jogadores, comissão e organizadores sempre me ajudaram a buscar meu melhor. Para a galera mais nova só tenho a dizer que as oportunidades estão aí e basta trabalhar firme para colher.

 Foto: Divulgação

Fonte: ASE

    • Você é nosso visitante número
      11.070.066

    • FOTOS & FOTOS

    • MARCOS DO CARMO

      Chua Marcos