NOTÍCIAS

30/04/2018

NBB: PAULISTANO VENCE BAURU E FAZ 1 A O NAS SEMIINAIS

.:: conteudo_36136_1.jpg ::.

O Paulistano/Corpore largou na frente nas semifinais com uma grande vitória fora de casa. Na noite desta segunda-feira (30/04), em pleno Ginásio Panela de Pressão, a equipe ficou à frente do Sendi/Bauru Basket desde o segundo quarto e venceu pelo placar de 78 a 72.

O NBB CAIXA é uma competição organizada pela Liga Nacional de Basquete (LNB), em parceria com a NBA, e conta com o patrocínio master da CAIXA, os patrocínios da SKY, INFRAERO, Avianca, Nike, Penalty e Wewi e os apoios do Açúcar Guarani e do Ministério do Esporte.

Sangue frio: Depois de abrir 14 pontos (51 a 37), o Paulistano viu o Bauru cortar a diferença para apenas cinco pontos na reta final do terceiro quarto (56 a 51). Mas, com quatro bolas de 3 seguidas – três de Deryk – entre o final do terceiro período e o início do último, a equipe rapidamente recolocou boa vantagem no placar (68 a 53), com oito minutos para o fim.

Sangue frio (2): Com seis minutos para o fim, o time visitante ainda abriu sua maior diferença na partida (74 a 55). Só que Bauru não se entregou e o jogo pegou fogo no fim. Com uma sequência de três bolas de 3 de Matulionis, os donos da casa reagiram de maneira espetacular e a diferença caiu para quatro pontos. Para garantir a vitória, o Paulistano contou com importantes rebotes ofensivos de Nesbitt e dois lances livres de Fuller para fechar o jogo.

Os caras: Fuller e Deryk acertaram sete bolas de 3 e comandaram a pontuação do time vencedor. O primeiro foi o cestinha da equipe, com 19 pontos, enquanto que o camisa 19 marcou 16 pontos, sendo 11 no segundo tempo.

E agora? Os dois próximos jogos da série serão disputados em São Paulo. Neste sábado (05/05), as equipes se enfrentam às 14 horas, com transmissão ao vivo da Band. Depois, na terça-feira (08/05), a bola sobe às 19h30, com transmissão ao vivo dos canais SporTV.

Importantes sim: Nesbitt e Elinho marcaram apenas nove e cinco pontos, respectivamente, mas foram fundamentais para a vitória do Paulistano. O ala/pivô nascido nas Bahamas contribuiu com nove rebotes (três ofensivos), três tocos e duas bolas recuperadas pára totalizar 21 de eficiência. Já o armador registrou dez rebotes e cinco assistências.

Eles tentaram: Com 23 pontos (6/9 nos arremessos de quadras), Hettsheimeir liderou o ataque bauruense e foi o cestinha do jogo. Fundamental na reação da equipe no último quarto, com 11 pontos quase seguidos, Matulionis totalizou 13 pontos, mesma marca de Gabriel Jaú.

Ritmo acelerado: O primeiro quarto foi disputado em alta intensidade e o empate em 22 a 22 mostra bem isso. Sempre colocando seu alto volume de arremessos, o Paulistano teve quatro acertos em bolas de 3 em dez tentativas. Do outro lado, Bauru jogou de maneira mais controlada e com 7/11 nos tiros de 2 também teve bom aproveitamento ofensivo.

Mais CAP: O segundo período foi dominado pelo time visitante. Logo de cara, com destaque para Fuller, que converteu sua terceira bola de 3 no jogo, o Paulistano fez uma sequência de 9 a 2 e abriu 31 a 24 de frente. Depois, com boa participação do garoto Jaú, o time da casa até chegou a igualar as ações, mas o clube da capital segurou a vantagem e chegou ao intervalo vencendo por 43 a 36.

Abriu e tirou: O Paulistano seguiu no comando das ações e chegou a abrir 14 pontos de frente (51 a 39), sua maior vantagem no jogo. Só que depois de um pedido de tempo de Demétrius, Bauru mudou sua defesa e parou o ataque dos rivais por alguns minutos. Destra maneira, a equipe reagiu e chegou a baixar a diferença para cinco pontos (56 a 51), só que Deryk acertou bola de 3 e aumentou a vantagem dos visitantes antes do último período.

Aqui não: Bauru e Paulistano tiveram desempenhos semelhantes em praticamente todos os fundamentos, mas em um deles o time da capital paulista foi amplamente dominante. Com destaque para Nesbitt, a equipe teve sete tocos, contra nenhum dos rivais.

Volume maior: O Paulistano teve 67 arremessos de quadra na partida, sendo 36 da linha de 3 pontos. Do outro lado, o Bauru teve 57 tentativas, sendo 23 em bolas de 3. No aproveitamento, o time vencedor também foi superior, com 43,2%, contra 37,9% do Dragão.

Foto: Divulgação/LNB

Fonte: lnb.com.br

    • Você é nosso visitante número
      4.608.191

    • FOTOS & FOTOS

    • MARCOS DO CARMO

      Chua Marcos