NOTÍCIAS

31/01/2018

Sendi/Bauru Basket vence e alcançou sua 12ª vitória no NBB

.:: conteudo_35309_1.jpg ::.

Foi de maneira avassaladora que o Sendi/Bauru Basket alcançou sua 12ª vitória no NBB CAIXA 17/18. Em sua terceira partida neste edição no Ginásio Panela de Pressão, o time paulista foi dominante diante do Joinville/AABJ. Com a melhor atuação defensiva desta temporada, o Dragão bateu a equipe caterinense por 88 a 41 e se manteve um triunfo atrás do quarto colocado e seu rival no próximo dia 6, Sesi/Franca Basquete.

O NBB CAIXA é uma competição organizada pela Liga Nacional de Basquete (LNB), em parceria com a NBA, e conta com o patrocínio master da CAIXA, os patrocínios da SKY, INFRAERO, Avianca, Nike e Penalty e o apoio do Ministério do Esporte.

Logo de cara: Atuando em ritmos parecidos, os dois times se diferenciaram pelo aproveitamento no primeiro quarto. Com contribuição de toda sua rotação, o Bauru distribuiu seis assistências e anotou 20 pontos nos dez minutos inicias, enquanto que do outro lado, com apenas 27,0% de sucesso ofensivo, os comandados de George Rodrigues alcançaram a metade, e terminaram a parcial inicial já com dois dígitos de desvantagem (20 a 10).

Avalanche bauruense: Se no primeiro quarto o aproveitamento foi o diferencial, no segundo os comandados de Demétrius Ferracciú dominaram dos dois lados. Sem perder qualquer posse bola, o Bauru foi liderado ofensivamente por Kendall (11pts) e Alex (8pts), que juntos anotaram 65,5% dos pontos bauruenses (19/29). Na defesa, a equipe paulista forçou cinco erros e reduziu o Joinville para apenas 11 pontos. Com isso, o Dragão fechou o primeiro tempo com 28 pontos de frente (49 a 21), dificultando muito qualquer chance de reação catarinense.

Ampliou e levou: Na volta do intervalo, o Bauru manteve a postura agressiva dentro de quadra e, desta vez, com Hettsheimeir inspirado (9pts) no ataque e uma defesa muito sólida, a equipe ampliou ainda mais a vantagem no terceiro quarto, vencido por 21 a 9. Na parcial final, Demétrius manteve apenas reservas em quadra e os bauruenses continuaram superiores. Resultado, vitória por 18 a 11 no último quarto, e mais um resultado histórico para o Dragão.

Põe na conta: Depois de vencer o Campo Mourão Basquete de maneira categórica (97 a 59) e agora o Joinville, o Bauru se mantém na cola do G-4, na quinta posição, com 12 vitórias e cinco derrotas. Já a equipe catarinense, mesmo com a derrota, se mantém 12ª colocação, agora com quatro resultados positivos e 12 negativos na temporada.

Não passou nada: Com apenas 41 pontos sofridos o Bauru teve a melhor atuação defensiva de um time desde o NBB CAIXA 11/12. Naquela ocasião, o Flamengo bateu o Espírito Santo, por 103 a 41. O único placar abaixo destes dois ocorreu logo na primeira temporada da competição, na derrota do Assis para o Espírito Santo, por 76 a 34.

Todo mundo junto: Em uma atuação extremamente coletiva, muitos atletas se destacaram pelo time bauruense. Kendall Anthony, que em 18 minutos foi o cestinha do jogo, com 15 pontos; Alex Garcia, dono de 13 pontos e oito assistências; Isaac, com 12 pontos; Hettsheimeir, responsável por 11 pontos e oito rebotes; além dos jovens Jaú e Maikão, com oito pontos cada.

Não deu! Pelo Joinville os principais destaques individuais foram Deonta Stocks e Tiagão. Enquanto o norte-americano foi o cestinha do time, com 13 pontos, o brasileiro anotou dez pontos e pegou quatro rebotes.

E agora? As duas equipes voltam a atuar nesta sexta (02). Enquanto o Bauru recebe o Banrisul/Caxias do Sul, às 20 horas (de Brasília), o Joinville visita o Sesi/Franca Basquete, às 20h10 (de Brasília), em partida com transmissão ao vivo via Twitter.

Foto: Divulgação/LNB

Fonte: LNB

    • Você é nosso visitante número
      5.151.470

    • FOTOS & FOTOS

    • MARCOS DO CARMO

      Chua Marcos